3 de maio de 2011

3 de maio - Dia do Pau Brasil

Ibirapitanga, orabutiã, brasileiro, ibirapiranga, ibirapita, ibirapitã, muirapiranga, pau-rosado, pau-de-pernambuco ou simplesmente pau brasil. Com o nome científico Caesalpinia echinata Lam, da Família Fabaceae, essa árvore mede entre 8 e 12 metros de altura e tem com copa densa. Seu tronco tem entre 40 e 70 cm de diâmetro, de casca acinzentada e recoberta de grossos espinhos, que descama em placas irregulares deixando ver a casca interna de coloração avermelhada. Essa cor vermelha foi moda no século XVI!  A brasilina, corante vermelho natural, foi o primeiro produto genuinamente brasileiro. Por causa desta árvore, o apelido Brasil pegou e a profissão brasileiro virou a nossa nacionalidade.
O pau-brasil foi uma das árvores mais cobiçadas pelos europeus, após o descobrimento do Brasil. Mas não eram só os europeus que o queriam: os habitantes da Capitania de Porto Seguro queriam aproveitá-la, mas Portugal não deixava - ela era monopólio da "Coroa", de acordo com um decreto de D. Manuel. Outros europeus tentaram burlar essa regra como, por exemplo, os franceses. Além da tinta corante, o pau-brasil também foi muito utilizado na construção naval, na construção civil e em trabalhos de torno em marcenaria de luxo. Na atualidade, a madeira é basicamente utilizada para a confecção de arcos de violino.

Área original de ocorrência do Pau Brasil
 Hoje, com a redução considerável da Mata Atlântica, o pau brasil é considerado extinto. É possível conhecer exemplares isolados, porém fora de seu habitat original. Para reflorestar essa área, seria necessário mais de 100 anos. Nem na comunidade chamada 'Pau Brasil', Espírito Santo, não conseguimos encontrá-la. A cidade está tomada pela plantação de pinus.  Os moradores, portanto, já viraram essa página, assim como a maioria dos brasileiros. Hoje, falamos dela apenas na aulas e livros de História e em matérias divulgadas na mídia como curiosidade. O programa "Um pé de quê" apresentado pela Regina Casé no Canal Futura, produziu uma matéria excelente sobre a Caesalpinia echinata. Confira: http://www.umpedeque.com.br/arvore.php?id=611 Bons tempos, não é?
Um abraço!

Nenhum comentário:

Postar um comentário